Sábado, 9 de Fevereiro de 2008
AMOR NAZISTA

 

 

Germânico tenha piedade de mim
Pobre judia...
Teus cabelos dourados
Teus olhos da cor do oceano
Dão luz a esta escura guerra!

Ah! nazista..
Nosso amor é proibido
Não há como renegar tua natureza
Mataste meu povo!

Amar-te é meu maior pecado
Já não temeria a hora de minha morte
Morreria em teus braços!
Como posso odiar esta alemanha
Sendo que em meu ventre
Já carrego o seu sangue!

Ainda tenho esperança meu soldado
Que findada a guerra
Deste campo de concentração me levares
Meus cabelos negros
E minha pele morena assumires...

A paz voltando ás ruas...
Que de tua mulher e filho
Faça a tua bandeira!
Servirei a ti
Fielmente com meu amor
Meu fuhrer!

 

Cleópatra


...:

publicado por Cleópatra às 01:10
link do post | favorito

De Cleópatra a 16 de Novembro de 2008 às 03:08

Escrevi "Amor Nazista" utilizando o cenário da segunda guerra mundial, relatando o amor proibido entre uma judia e um soldado nazista...Foi inspirada em uma paixão que tive por um descendente de alemães aqui no sul do Brasil, não foi uma grande paixão, mas me rendeu esta bela poesia, esta idealização que tenho á respeito do amor..
Se o soldado a amava ou não é um grande mistério..
teria ele deixado ela naquele campo de concentração, por ela ser agora de uma raça inferior, ou por covardia?
Seria idealização da pobre judia, de um amor que já não existe mais, ou nunca mesmo chegou a existir..
Cabe a vocês decidirem se é uma bela história de amor ou uma história trágica, onde a ilusão e loucura são as únicas companhias de uma pobre judia-defunta ..


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 




Profile
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Poesias recentes

LAÇOS ETERNOS

...

FANATISMO

AMOR NAZISTA

PUS O MEU SONHO NUM NAVIO

PELE TROPICANA

O MAPA

PARTITURA DIVINA

SER POETA

TERRA E MAR

Baú da Poesia

Setembro 2008

Julho 2008

Fevereiro 2008

tags

todas as tags


Links
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds