Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2008
UM AMANHÃ..

 

Há muito escrevo sobre o amor
Porém estou longe de descobrir
Os segredos ocultos da vida
A desvendar as últimas notas
Da partitura divina
Cuja composição
É esse enigma
Que chamamos de vida...

Há tantas crenças
Que tentam explicá-la
Porém nada mais fazem
Em complicá-la e complicá-la...
Por que o amor
A vida insiste em me tirar?
E de meu amor,
Seu anjo irmão o câncer o levar?

Não sei o que o futuro me aguarda
Se felicidade é amor ou minha farda
Se escrevo em rima ou versos livres...
Acho que a vida é isso...
Não há um roteiro e nem há regras
Só o que se sabe de concreto
É o sentimento de ser livre


Assim vou levando a vida
Absorvendo o que ela me dá
Como um faminto de dias
Frente a um pão...
E com humildade frente ao que ela me tira
Assim como um soldado que perde a gerra...
Porque amanhã é um novo dia
Enquanto houver a idéia de um amanhã
Nunca ninguém poderá nos tirar
A esperança...

cleópatra

...:

publicado por Cleópatra às 14:08
link do post | Comentar | favorito
|


Profile
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Poesias recentes

LAÇOS ETERNOS

...

FANATISMO

AMOR NAZISTA

PUS O MEU SONHO NUM NAVIO

PELE TROPICANA

O MAPA

PARTITURA DIVINA

SER POETA

TERRA E MAR

Baú da Poesia

Setembro 2008

Julho 2008

Fevereiro 2008

tags

todas as tags


Links
Pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds